Low Carb: Cardápio para melhorar sua saúde voltar a comer sem medo de engordar

Formular um bom cardápio Low Carb é uma das maiores preocupações de quem já começou essa dieta.

No entanto, quem ainda nem começou? Também está cheio de dúvidas?

Pois foi exatamente pensando em tirar o máximo de dúvidas sobre a dieta low carb, fiz esse artigo.

Vou ajudar você a perder peso de maneira saudável, sem passar fome e comendo comida gostosa, tudo que peço é que leia esse artigo até o final!

Aqui você vai descobrir muitas coisas sobre a Low Carb: O que ela é, como funciona, quais alimentos pode comer e deve evitar e também como montar o seu cardápio Low Carb, bem à sua medida!

Segue comigo que o papo é interessante!

O que é dieta Low Carb?

Inicialmente criada pelo Dr. Richard Mackarness em 1958 tornou-se famosa a partir de 1972 pelo médico americano Dr. Robert Atkins.

A dieta Low Carb é um estilo de alimentação focado nos macronutrientes, proteína de origem animal e alta ingestão de gorduras saudáveis, verduras e legumes, proporcionado um baixo consumo de carboidratos derivados de grãos e açúcares.

Por que dieta low carb funciona?

A dieta Low carb funciona porque é capaz de transformar a maneira como seu corpo gasta energia.

Explico: quando se ingere uma alta quantidade de carboidratos, como na alimentação que você segue agora, seu corpo os usa como fonte de energia para as atividades necessárias para sua existência: respirar, se movimentar, etc.

Quando você deixa de ingerir um número elevado de carboidratos, seu corpo é obrigado a buscar energia em outras fontes. E que fontes são essas? Bingo: as gordurinhas que estão ali guardadas.

Mas isso não é tudo: Ao deixar de comer pão, massas, trigo e outros, muito mais coisas acontecem em seu corpo!

Vejamos a seguir!

Restrição de carboidrato reduz níveis de insulina

Você certamente já ouviu falar da insulina, o hormônio responsável por quebrar as moléculas de açúcar que você ingere e transformá-las em energia para o corpo. 

Esse hormônio é produzido no pâncreas e é essencial para a manutenção de sua saúde!

O que você talvez não saiba é que os carboidratos se tornam açúcar quando ingeridos. E que cada vez que os come é necessária uma dose bem alta de insulina em seu sangue para evitar que você tenha uma overdose de açúcar. 

Esse efeito é chamado de pico de insulina.

Se você ingere carboidratos em diversos momentos do dia, está causando elevações contínuas nos níveis de insulina normais em seu sistema sanguíneo. 

Tais elevações são negativas porque descontrolam totalmente a capacidade de funcionamento desse hormônio.

Ele já não saberá mais o que é energia e o que deve ir para o estoque. E o resultado aparece no espelho e na balança!

Além disso, altos picos de insulina podem lhe trazer vários riscos a saúde como as temíveis doenças relacionadas à obesidade e ao controle da insulina, como a diabetes.

A dieta Low Carb é, inclusive, um dos protocolos de tratamento da diabetes indicado por profissionais sérios e respeitados no mundo todo.

De fato, a Associação Americana de Diabetes a incluiu em suas diretrizes de tratamento para a doença e a Associação Australiana também pretende seguir o mesmo caminho!

Seu peso da água cai rapidamente no início

Seu peso da água cai rapidamente no início

As primeiras semanas em que segue uma alimentação Low Carb são fabulosas! Há quem relate até 10 quilos a menos já nos primeiros 15 dias!

Isso acontece porque os carboidratos são os culpados de um acúmulo de líquidos importante em todas as células de seu corpo. É a tal da famigerada retenção de líquido.

Com a mudança alimentar, esse líquido é liberado das células logo nos primeiros dias, permitindo que você perca peso e medidas de maneira muito rápida.

Claro que essa perda de peso é apenas relativa: Pouca ou nenhuma gordura foi eliminada, é apenas o peso da água mesmo. Mas o efeito sobre a auto estima é incrível!

Depois dos primeiros 15 dias com a dieta low carb, seu corpo começa a queimar gordura, principalmente se você conciliar com um exercícios.

Tudo vai depender de você, quanto mais rápido você que emagrecer mais esforço você vai precisar.

 A Low Carb oferece uma vantagem metabólica

 A Low Carb oferece uma vantagem metabólica

A ciência vem estudando os efeitos da dieta Low Carb desde que o Dr. Robert Atkins a tornou famosa, nos anos 70. De lá para cá surgiram muitos estudos capazes de comprovar sua eficácia.

Em novembro de 2018, por exemplo, o Dr. David S Ludwig, da Universidade de Harvard, publicou este estudo clínico . Nele, 3 grupos de pessoas testaram diferentes dietas, sendo uma delas a Low Carb.  

Os resultados foram reveladores: o grupo que seguiu a dieta Low Carb queimou em média 250 calorias diárias a mais que os demais grupos, com a mesma quantidade de exercícios físicos!

O que acontece é que as gorduras são combustíveis que exigem mais trabalho por parte do corpo para se transformar em energia. Só esse processo já queima mais calorias!

Além disso, elas também são mais eficientes para o organismo, deixando-o mais ativo e predisposto à atividade física, de qualquer classe.

Quando começar a dieta você vai notar que fica muito mais animada para passeios e caminhadas, entre outras atividades!

 A alimentação Low Carb diminui sua fome

 A alimentação Low Carb diminui sua fome

A combinação de proteínas e gorduras saudáveis tem um altíssimo poder saciante. 

Não são poucas as pessoas que relatam uma diminuição da fome e da vontade de comer muito grandes após o início da dieta!

Não há nenhum segredo aí: É simplesmente a química do seu corpo. Como já te contei, a alimentação Low Carb se torna um combustível bem mais eficiente para os motores de seu organismo. 

Assim, a quantidade de alimentos que ele precisará para efetuar o mesmo trabalho é bem menor.

Proporciona a Perda de peso saudável

Ainda que muita gente tenha certos preconceitos com a dieta Low Carb, o fato é que nenhuma dieta equilibrada e baseada em alimentos saudáveis faz mal para o corpo.

É preciso entender que não se trata de eliminar os carboidratos de sua vida, simplesmente de escolher os corretos para sua saúde, os que realmente vão lhe fazer bem e ajudar em seu processo de emagrecimento.

Com a mudança metabólica que acontece com a dieta Low Carb, sua perda de peso é realmente funcional, sem trazer danos ao seu organismo. Mesmo que ela seja muito rápida, como você verá que é!

 Outros benefícios para a saúde

Se alcançar o peso ideal não é benefício suficiente, apostar em um cardápio Low Carb ainda oferece mais:

  •  Reduz a fome
  •  Aumenta e potencializa a perda de peso
  •  Reduz a pressão sanguínea
  •  Diminui os triglicerídeos
  •  Reduz os níveis de insulina
  •  É capaz de diminuir o colesterol

E tem mais ainda: Quem segue a dieta Low Carb relata um grande aumento em sua capacidade de concentração e muito mais animação e bem estar!

Dieta Low Carb é rica em proteínas

As proteínas são muito importantes para a manutenção do seu corpo. São elas as responsáveis pela construção e reparação de músculos, órgãos e tecidos.

Em uma dieta Low Carb, as proteínas de origem animal são as grandes estrelas! 

Elas contêm todos os aminoácidos essenciais para garantir que você seja capaz de transformar a gordura em massa magra e também para reconstruir as fibras musculares após a prática de exercícios físicos.

 Riscos que Dieta Low Carb oferece

Riscos, de verdade, não são muitos. A dieta Low Carb é eficiente e segura. 

Afinal, não se trata de simplesmente se alimentar de bacon e ovos como muita gente acredita, mas sim de comer alimentos saudáveis, comida de verdade e não industrializada,  excluindo apenas os carboidratos de alto índice glicêmico.

Seja como for, vale comentar: é importante consultar um médico antes de começar se você já tem algum problema de saúde. Não dá para brincar, né?

No entanto, quando visitar seu médico faça exatamente como ensina o Dr. José Carlos Souto , que é um dos maiores nomes em alimentação Low Carb do Brasil:

Fale com seu médico que você começou uma dieta baseada em proteína, verduras, legumes, gorduras saudáveis e frutas baixas em açúcares, cortou o uso do açúcar refinado e excluiu produtos industrializados de sua alimentação.

É isso o que a dieta Low Carb é. Pode ter certeza de que você será parabenizado!

De resto, apenas dois inconvenientes são relatados por muitas pessoas que aderem à LC: a gripe low carb e algum transtorno intestinal.

 A Gripe Low Carb

 A Gripe Low Carb

Como você tomou a decisão de substituir o combustível com o qual está alimentando seu corpo, é natural que exista um período de adaptação às novidades. Seu corpo não é tão flex como pode ser seu carro, né?

Esse período é conhecido como ceto-adaptação. É onde o corpo descobre que acabou-se o que era doce (e cheio de carboidratos ruins) e que será necessário começar a procurar energia em outros lugares.

A duração desse tempo é variada: para algumas pessoas dura 10 dias, enquanto para outras alcança os 30. A única certeza que você pode ter, é que vai passar.

 Aguente bravamente!

Os sintomas são parecidos com os da gripe: fraqueza, tontura, uma dorzinha de cabeça chata. Só não tem febre e coriza, pode ficar tranquilo!

Além disso, uma certa insônia pode aparecer, um mau hálito persistente (porém solucionável com chicletinhos e balas sem açúcar) e até um pouco de mal humor. Tudo é normal.

Não tem como evitar, mas há como minimizar: Beba muita água e aumente um pouco o consumo de sal. 

Vale até pegar uma pedrinha de sal grosso e ir chupando, como se de uma balinha se tratasse. 

Não faz mal nenhum e ajudará a aguentar os sintomas.

Problemas intestinais

A mudança de alimentação também costuma trazer mudanças no funcionamento de seu intestino. 

Por esse motivo, é importante manter alto o consumo de verduras e dar uma ajudazinha extra para seu organismo, consumindo probióticos como o Kefir.

Se você notar que está passando por constipação, 200 ml de kefir fermentado entre 12 e 24 horas é um santo remédio!

Se fermentar mais que isso não serve, certo? O efeito é contrário, prendendo ainda mais o intestino.

Qual a quantidade de carboidrato que posso comer por dia?

Qual a quantidade de carboidrato que posso comer por dia

Antes de falar sobre isso vamos deixar uma coisa bem clara: carboidratos bons rendem muito mais.

Com isso quero dizer que um triste pãozinho francês tem ao redor das 30 gramas de carboidratos.

Mas em tomate, as mesmas 30 gramas representam 6 unidades médias da fruta! E se falarmos em alface, então? Estamos falando de ao menos 6 pés.

Mantendo isso em mente, vamos aos números!

As medidas de carboidratos por dia mais indicadas são as seguintes:

  •  Para emagrecer mais de 10 quilos: entre 30 e 50g
  •  Para emagrecer até 10 quilos: de 50 a 100g
  •  Para manter o peso: de 100 a 150g

No entanto, cabe ressaltar que cada corpo é único. Você mesmo deve monitorar seus resultados e analisar se pode aumentar ou diminuir seu consumo.

O que não vale é querer excluir por completo os carboidratos da sua vida, certo?

Como Planejar seu Cardápio na Dieta Low Carb

A Low Carb é um estilo de alimentação. Uma dieta, sim, mas no sentido completo da palavra. É uma maneira de se alimentar, não só um ‘regime’.  

Com isso em mente, é preciso entender que planejar seu cardápio Low Carb não é nenhum bicho de sete cabeças. 

Na verdade, é algo que a maioria das pessoas já sabe como fazer!

Quem cozinha sabe como é a rotina: Perto da hora da refeição você a geladeira e a despensa,  olha para todos aqueles alimentos e decide o que fazer para comer. 

Há dias que você já tem em mente o que quer e outros onde o que vale é utilizar tudo o que está disponível. E ainda tem os “mexidões”, também chamados por aí de “resto dontê”, que deixam a comida do dia anterior mais apetitosa, não é mesmo?

Com a Low Carb será o mesmo procedimento. Você não precisa ter um cardápio semanal definido, pode simplesmente decidir o que vai comer naquele momento. 

A grande diferença é que existe uma listinha de coisas que você pode ou não considerar quando for preparar suas refeições.

E agora é a hora de conhecer quais são os alimentos que você pode comer na Low Carb! Vamos lá?

 O que pode comer na dieta Low Carb

A lista do que você pode comer é muito grande. E compreende todos os grupos de alimentos e sabores! 

Você não vai perder nada com a Low Carb, apenas vai adaptar à nova realidade e descobrir novos sabores.  

Esta lista é ótima para ser impressa e colocada na cozinha, onde você possa consultar a qualquer momento. Assim, quando bater aquela dúvida, é só consultar.

Carnes

  •  Bovina
  •  Suína
  •  Aves
  •  Peixes

Todos os cortes estão liberados, inclusive os mais gordinhos, como a costela. 

De fato, a dieta Low Carb é High Fat, ou seja, tem alta ingestão de gorduras. É preciso que você coma sem medo a gordura natural dos alimentos para que ela dê certo.

Ainda é permitido um consumo moderado de carnes processadas, como:

  •  Linguiça
  •  Presunto
  •  Salame
  •  Embutidos (como peito de peru para lanches)

Só não consuma salsichas, combinado? Elas são muito carregadas em químicos e espessantes. Não fazem bem nenhum para sua saúde e muito menos para sua dieta!

Frutos do mar

Todos eles estão liberadíssimos! Pode comer camarões, lula, polvo, caranguejo, mexilhão e tudo o que quiser.

Verduras e legumes

  • Abóbora
  • Abobrinha
  •  Acelga
  •  Agrião
  •  Aipo
  •  Alface
  •  Alho
  •  Berinjela
  •  Brócolis
  •  Cebola
  •  Couve-flor
  •  Chuchu
  •  Escarola
  •  Espinafre
  •  Pepino
  •  Pimentão
  •  Quiabo
  •  Repolho
  •  Rúcula

Ainda seria possível acrescentar mais um monte de verduras e legumes nessa lista. Existem muitos, não é mesmo?

Vamos então para uma lista menor: a do que você pode consumir de vez em quando, e o que deve evitar.

Legumes para consumir com moderação

  •  Beterraba
  •  Cenoura
  •  Nabo
  •  Rabanete
  •  Vagem

Deixe de fora de seu cardápio Low Carb

  •  Batata
  •  Batata doce
  •  Cará
  •  Inhame
  •  Mandioca
  •  Mandioquinha (batata salsa)

Não se desespere. Isso não é um adeus, só um até breve: Esses tubérculos se tornam liberados para um consumo moderado quando você atingir seu peso ideal, certo?

Frutas

  •  Abacate
  •  Limão
  •  Maracujá
  •  Tomate
  •  Acerola
  •  Coco
  •  Amora
  •  Cereja
  •  Framboesa
  •  Mirtilos
  •  Morango

Durante o processo de emagrecimento, todas as outras frutas estão proibidas. Até em suco! Te conto melhor sobre as frutas Low Carb neste outro artigo (linkar)

As frutas que não estão nesta lista contém muito açúcar e com certeza vão atrapalhar o processo de perda de peso.

Mas, depois de chegar ao peso que deseja, pode consumi-las, sim. Sempre em pequenas porções!

 Oleaginosas e sementes

  •  Amêndoa
  •  Avelã
  •  Castanhas
  •  Castanha do Pará
  •  Castanha de caju
  •  Chia
  •  Coco
  •  Linhaça
  •  Macadâmia
  •  Nozes
  •  Pistache

O amendoim não é uma oleaginosa (é uma leguminosa!), mas vamos colocar nessa lista. Você pode consumir, sim, mas com moderação.

A pasta de amendoim, aliás, é excelente para o preparo de certas sobremesas Low carb!

 Laticínios

  •  Manteiga (nunca margarina!)
  •  Creme de leite (de preferência fresco)
  •  Iogurte grego sem espessantes
  •  Sorvetes sem açúcar
  •  Iogurte integral
  •  Kefir (de leite e de água)

 Queijos

  •  Catupiry (de verdade, não de amido!)
  •  Cheddar
  •  Coalho
  •  Cottage
  •  Cream cheese
  •  Feta
  •  Gorgonzola
  •  Gouda
  •  Mussarela
  •  Parmesão
  •  Prato
  •  Provolone
  •  Requeijão
  •  Ricota
  •  Roquefort
  •  Suíço
  •  Brie
  •  Minas
  •  Frescal
  •  Tofu

Aqui cabe uma ressalva: sempre prefira os queijos mais curados, mais amarelos. Quanto mais branco, mais lactose (o açúcar do leite) ele contém. Assim, melhor evitar os branquinhos!

Também não vale se acabar: coma pequenas porções, seja do queijo que for.

 Ovos

Todos os tipos de ovos, com os mais diversos modos de preparo estão liberados. Escolha seus favoritos e mande ver!

 Adoçantes

  •  Eritritol
  •  Stévia
  •  Sucralose
  •  Xilitol
  •  Outros adoçantes artificiais

Os 4 primeiros são os melhores adoçantes para quem segue a dieta Low carb porque são naturais.

Os outros adoçantes artificiais não são tão bons assim, porque são conseguidos através de misturas químicas.

No entanto, parafraseando o Dr. Souto, o bom não pode ser inimigo do ótimo! Se não tem xilitol, mande ver com aspartame mesmo. Só não vale comer nenhum tipo de açúcar (nem mascavo, nem demerara e qualquer outro) ou mel.

 Farinhas

  •  De amêndoas
  •  De coco
  •  De linhaça
  •  De castanha
  •  De berinjela

A questão das farinhas costuma preocupar um pouco quem vai começar uma dieta Low Carb. Por isso, já preparei um artigo bem completo (linkar com o artigo das farinhas) sobre o assunto. Não deixe de conferir!

 Temperos e molhos

  •  Açafrão
  •  Alecrim
  •  Canela
  •  Cebolinha
  •  Coentro
  •  Colorau
  •  Manjericão
  •  Pimentas
  •  Orégano
  •  Sal
  •  Mostarda
  •  Molho de tomate caseiro
  •  Molhos de creme de leite
  •  Leite de coco
  •  Sour Cream (creme azedo)
  •  Maionese caseira (feita com azeite de oliva)
  •  Temperos prontos 0 carboidratos (só de vez em quando, certo?)

Óleos e gorduras

Óleos de grãos, como soja, milho e canola, devem ser excluídos de sua dieta. Para cozinhar, utilize os seguintes:

  •  Azeite de oliva
  •  Banha de porco
  •  Óleo de coco
  •  Manteiga de coco

Ufa! São muitas coisas que você pode comer, não é mesmo? E olha que nem é uma lista 100% completa, só um bom guia do que é permitido comer na low carb.

Em linhas gerais, você deve focar em alimentos naturais e evitar o industrializado. Sempre! E, se surgir alguma dúvida, vale pesquisar no Google!

Sua alimentação deve ser baseada em escolhas saudáveis, mas,  a verdade mesmo é que se o alimento que deseja comer cabe em sua quantidade de carboidratos diária, a escolha é toda sua.

 Alimentos para evitar na Dieta Low Carb

 Alimentos para evitar na Dieta Low Carb

A lista de alimentos permitidos na dieta Low Carb é bem maior que a de não permitidos. Boas notícias, não é mesmo?

Esses alimentos não cabem em um cardápio Low Carb:

  •  Alimentos processados e industrializados
  •  Farinhas que não estão na lista de permitidos
  •  Tudo o que levar trigo
  •  Todas as frutas que não aparecem na lista de permitidas
  •  Tudo o que tiver açúcar em sua composição
  •  Todas as leguminosas, como o feijão, a lentilha, a soja e o grão de bico
  •  Todos os grãos, como arroz, aveia, centeio, quinoa e milho
  •  Leite
  •  Açúcar de todos os tipos

 O que comer no café da manhã na dieta low carb?

 O que comer no café da manhã na dieta low carb?

A estrela do café da manhã low carb sem dúvida alguma é o ovo!

Como ingrediente versátil que é, pode ser utilizado no preparo de omeletes, frito, cozido, pochê. Com um pedacinho de queijo, com uma fatia de presunto, com fatias finas de bacon para acompanhar… o ovo é excelente sozinho ou acompanhado!

No entanto, nem só de ovos se faz um bom café da manhã low carb!

É importante que você rompa com a barreira do pão com manteiga. Café da manhã é apenas uma quebra do jejum noturno, não precisa ser feita com um tipo de alimento concreto. Isso é apenas convenção social! 

Por que não comer aquele pedaço de bife que sobrou do jantar?

Ainda assim, existem excelentes receitas para o café da manhã de quem segue essa dieta. Dá para fazer paninis de farinha de linhaça, bolinhos de caneca com farinha de amêndoas, dá para fazer até um pão de queijo Low carb.

Porém, acredite: menos é mais. Para quem está começando e quer ver resultados rápidos, apostar no simples, fácil e básico é muito mais efetivo.

O que comer no almoço na dieta Low Carb?

almoço na dieta Low Carb

O duo proteína e vegetais é imbatível como opção de almoço low carb. Não tem erro possível ao encher o prato com bons pedaços de carne, salada e legumes!

Com a variedade de ingredientes permitidos na dieta Low Carb é possível criar muitas refeições além do bife com saladinha. No entanto, de novo, mais simples é melhor.

Na verdade, o almoço low carb assume uma rotina, como é a sua agora. A maioria das pessoas come arroz com feijão, uma verdura e uma proteína durante a semana e deixa as comidas diferentes e gostosas para fins de semana e ocasiões especiais, certo?

Faça isso também. Existem excelentes receitas low carb, de lasanhas deliciosas até pizza. Mas são receitas para de vez em quando, não para o dia a dia. Combinado?

 O que comer no jantar Low carb?

No jantar, as sopas de carne e legumes são as preferidas por quem segue a dieta Low Carb. Não são a única opção, claro, mas estão entre as primeiras!

A princípio parece estranho fazer uma sopa sem batatas, mas elas não fazem falta alguma: o chuchu vai te surpreender!

Além de uma sopa gostosa, aproveitar o mesmo menu do almoço é uma excelente – e prática- opção. E, para quem curte um lanchinho, que tal apostar em deliciosas fatias de berinjela assadas, cobertas com queijo e tomate?

 Sugestão de Cardápio Low Carb para uma semana

O cardápio a seguir é apenas uma sugestão. É muito importante que você estruture sua alimentação de acordo com sua realidade. E até com a sua preferência alimentar!

 Sugestão de Cardápio Low Carb para uma semana

Lista de Compras Simples para preparar seu cardápio Low Carb

A lista de compras é uma questão importante para quem está começando uma alimentação Low Carb. Afinal, o que você tem na geladeira e na despensa vai determinar o que você comerá, certo?

Para quem vai seguir um cardápio pré-estabelecido, é fácil: basta comprar os ingredientes que serão necessários para a semana ou quinzena e pronto. Mas, e para quem quer estar aberto à possibilidades?

A lista de compras básica de quem segue a Low carb é a seguinte:

  •  Manteiga
  •  Azeite de oliva
  •  Banha de porco natural
  •  Ovos
  •  Carnes
  •  Atum em lata
  •  Creme de leite (de lata ou fresco, preferencialmente)
  •  Leite de coco
  •  Ervas e especiarias
  •  Queijo (quanto mais amarelo melhor)
  •  Presunto e bacon
  •  Adoçante
  •  Amêndoas, castanhas e outras oleaginosas e sementes permitidas
  •  Verduras e legumes
  •  Frutas permitidas
  •  Coco fresco
  •  Coco ralado (sem açúcar)
  •  Chocolate 70% ( para quando a vontade de doce aparecer)
  •  Café e chás (mate, verde, hibisco, etc)

Com esses ingredientes em casa ficará bem mais fácil escolher o que comer e criar combinações interessantes para seu dia a dia!

Onde encontrar mais Sugestões de Cardápios Low Carb?

Na internet, claro! Nem precisava falar, não é mesmo?

Um cardápio Low Carb pronto pode ajudar bastante no início, mas é bem importante que você tente desapegar deles e criar os seus próprios, adaptados para a sua realidade.

Para isso, também vale procurar receitas!

Só cuide para escolher aquelas em que todos os ingredientes sejam realmente permitidos na etapa de emagrecimento da Low Carb.Tem muita receita que se diz Low Carb mas não é!

Na dúvida, consulte as informações nutricionais dos alimentos. Se couber em sua cota de carboidratos diária, funciona.

 Mais que uma dieta, um estilo de vida

A dieta Low Carb vai te fazer perder peso rápido, sim. No entanto, é preciso compreender que não se trata apenas de um regime que você vai seguir por um tempo e logo abandonar: é um estilo de vida mesmo!

Isso não quer dizer que você deva se ater ao cardápio Low carb restrito, pelo resto da vida, sem nunca mais provar sequer um pedacinho de bolo de chocolate.

A restrição mais dura é durante a etapa de emagrecimento. E vai passar!

Depois que atingir seu peso ideal, não tem problema um ou outro deslize naquelas datas especiais. Desde que retorne para o cardápio Low Carb no dia seguinte, certo?

Como você viu, é muito fácil fazer a transição de uma alimentação tradicional para uma baixa em carboidratos.

Ao não contar calorias e comer até sentir-se satisfeito, a dieta Low Carb consegue ser o que nenhuma outra dieta é capaz: uma mudança saudável e duradoura, com reflexos em seu físico, mas também na mente e na saúde.

Agora eu quero saber de você! Como é que vai ficar seu cardápio Low Carb? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *